A higienização dos alimentos é de suma importância quando pensamos em evitar a intoxicação alimentar e preservar a qualidade de vida dos consumidores.

Especialmente quando consumidos crus, as frutas, as verduras e os legumes podem estar contaminados por micro-organismos, que causam doenças e que podem gerar problemas à saúde.

Desta forma, antes de serem preparados e consumidos, eles devem ser lavados em água corrente e colocados em um recipiente com água adicionada de hipoclorito de sódio, que pode ser adquirido em supermercados ou sacolões, ou água sanitária.

O rótulo do hipoclorito informa a quantidade que deve ser utilizada e o tempo em que os alimentos devem ficar de molho. Vale ressaltar que o molho em solução de vinagre não tem a mesma capacidade de eliminação dos micro-organismos que podem contaminar legumes e verduras.

Quando ingeridas com a casca, as frutas também precisam passar pelo processo de higienização descrito para o grupo de legumes e verduras.

Passo a passo:
1) Descarte as folhas e partes estragadas;

2) Lave os legumes, verduras, folhosos, frutas em água corrente para remover as impurezas – caso seja necessário, você pode utilizar uma escovinha que seja separada somente para este fim;

3) Deixar frutas, legumes e verduras que serão consumidos com casca em um recipiente com água e solução clorada por cerca de 10 a 15 minutos;

4) Enxágue-os um a um em água corrente;

5) Mantenha-os sob refrigeração até o momento de servir.

Os benefícios da higienização vão desde a limpeza de impurezas até a redução da carga de micro-organismos e também agrotóxicos.

Esse tema, embora reflita sobre atitudes, por vezes corriqueiras, é de extrema importância para a saúde. Pensando nisso, o WebDiet desenvolveu, também, uma lâmina exclusiva de higienização de frutas, legumes e vegetais, que o Nutricionista pode utilizar para oferecer uma explicação mais didática para os seus pacientes, no consultório.

 

Referência: https://www.embrapa.br/hortalica-nao-e-so-salada/sanitizacao